Um tratamento adequado é possível

O rim é sim um órgão vital, mas atualmente com a evolução dos tratamentos e tecnologias, pessoas com insuficiência renal,  em sua grande maioria, podem ter uma vida normal.

Os rins são os únicos órgão nobres – coração, pulmão, rins, estômago, pâncreas, bexiga, cérebro, fígado e pele – que podem ter sua função substituída por uma máquina.

A Hemodiálise é um tratamento no qual uma máquina substitui a função dos rins, filtrando as substâncias tóxicas do sangue, mantendo o equilíbrio químico e de líquidos e controlando a pressão arterial.

O processo ocorre assim, o sangue da pessoa é bombeado para a máquina  e lá ele entra em contato com a solução de diálise, porém esse contato é intermediado por uma membrana que filtra os líquidos e toxinas em excesso. Ao final o sangue limpo volta para o paciente.

Outra técnica para substituir a função dos rins é a Diálise Peritoneal. Nela a purificação do sangue e o balanço químico e de líquidos ocorre dentro do corpo na cavidade peritoneal. O peritônio é uma membrana porosa que reveste os principais órgãos da região do abdome.

Neste caso é o peritônio que vai fazer a função de membrana filtradora. A solução de diálise é colocada na cavidade peritoneal e depois da filtração é tirada por meio de um dreno.

dialises

O tratamento da Hemodiálise pode ser feio em clínicas especializadas ou em hospitais com a estrutura adequada. A Diálise peritoneal pode ser feita na residência do paciente por ele mesmo, ou pelo cuidador, lembrando que ambos devem ser devidamente treinados para realizar o procedimento de forma correta.

Um problema da Diálise Peritoneal é o risco de infecção, por isso deve-se tomar um cuidado especial com a higiene.

Em todo caso o ideal é consultar sempre o seu médico para que ele possa te indicar o melhor tratamento assim como os cuidados com a alimentação e remédios complementares ao tratamento.

Se você apresentar alguns desses sintomas procure seu médico para avaliar como estão seus rins:

  • Pressão Alta
  • Fraqueza contínua
  • Dor lombar, que não aumenta com movimentos
  • Inchaço ao redor dos olhos e nas pernas
  • Náuseas e vômitos constantes
  • Dificuldade de urinar
  • Queimação ou dor ao urinar
  • Urinar várias vezes, principalmente à noite
  • Urina com sangue
  • Urina com muita espuma
  • Histórico de pedras nos rins

Como todas as doenças sérias, perder a função dos rins pode parecer algo assustador, mas com um tratamento adequado, o prognóstico para grande maioria dos casos é favorável.

 

2017-05-10T15:33:53+00:00