Rins2017-05-10T13:15:04+00:00

Ao entender o papel e a função destes essenciais órgãos dos corpo humano, você vai querer cuidar melhor deles.

Os Rins são órgãos excretores, o principal do sistema excretor, responsável por eliminar o que o corpo não necessita. Possuem forma de feijão, estão localizados na região posterior do abdômen, atrás do peritônio, medindo aproximadamente 11 cm de comprimento, 5 cm de largura e 3 cm de espessura. Pesam em média 150g cada um. Existe um rim em cada lado da coluna.

Os rins filtram aminoácidos, como a ureia do sangue, e os excretam, com água, na urina, que é eliminada pelos rins através dos ureteres até a bexiga. A extremidade superior de cada rim é coberta por uma glândula edócrina, a glândula suprarrenal.

Cada rim é formado por aproximadamente 1 milhão néfrons, dita unidade funcional do rim, pois apenas um néfron é capaz de realizar todas as funções renais, como eliminar resíduos do metabolismo do sangue, manter o equilíbrio hidroeletrolítico e ácido-básico do corpo humano, controlar a quantidade de líquidos no organismo, regular a pressão arterial e secretar hormônios, além de produzir a urina.

Além de excretar substâncias tóxicas, os rins também desempenham muitas outras funções. Abaixo estão listadas as principais funções renais:

  • Eliminar substâncias tóxicas oriundas do metabolismo, como por exemplo, a ureia e creatinina;
  • Manter o equilíbrio de eletrólitos no corpo humano, tais como: sódio, potássio, cálcio, magnésio, fósforo, bicarbonato, hidrogênio, cloro e outras;
  • Regular o equilíbrio ácido-básico, mantendo constante o pH sanguíneo;
  • Regular a osmolaridade e volume de líquido corporal eliminando o excesso de água do organismo;
  • Excreção de substâncias exógenas como por exemplo medicações e antibióticos;
  • Produção de hormônios: eritropoietina (estimula a produção de hemácias), aldosterona (eleva a pressão arterial), cininas e prostaglandinas.
  • Regulam a produção de eritrócitos, através da secreção de eritropoetina, um hormônio que estimula a síntese de eritrócitos, na regulação do volume sanguíneo, na regulação da pressão arterial, no PH do sangue e no nível de glicose do sangue.
  • Modificar a forma da vitamina D que chega ao rim depois de ser convertida em uma forma possível de ser transportada pela corrente sanguínea no Fígado transformando esta num hormônio cuja função principal é aumentar a absorção de cálcio no intestino e facilitar a formação normal dos ossos
  • Produção de urina para exercer as suas funções excretórias.