Insuficiência renal: quais os fatores de risco?

A insuficiência renal acontece quando os rins não conseguem efetuar suas funções básicas. Ela pode ser crônica, de forma lenta, progressiva e irreversível, ou aguda, quando ocorre subitamente.

A lesão renal crônica provoca um acúmulo de líquidos e resíduos no organismo, afetando várias funções – como a produção de glóbulos vermelhos, quantidade de vitamina D, saúde dos ossos e controle da pressão arterial, dentre outros.

Os sintomas, muitas vezes, podem aparecer somente quando o funcionamento dos rins já esteja muito comprometido, ou seja, menor que um décimo do normal. Lembrando que os rins têm a importante função de filtrar substâncias nocivas ao organismo.

Por isso, a equipe do INEFRO preparou algumas dicas sobre o grupo de risco, ou seja, fatores que podem agravar a doença. Anote!

FATORES DE RISCO

  • Obesidade;
  • Hipertensão;
  • Diabetes;
  • Colesterol alto;
  • Doenças cardíacas;
  • Tabagismo;
  • Alcoolismo;
  • Má alimentação;
  • Pré-disposição genética;

Para quem está no grupo de risco, os cuidados devem se redobrados, principalmente com um a boa alimentação, prática de atividades físicas e exames preventivos regulares.

SINTOMAS – Alguns sintomas podem indicar a presença da doença. Fique atento de você tem dificuldades de concentração, apetite reduzido, dorme mal, dores de cabeça, sente cãibras à noite e está com os pés e tornozelos inchados. Além disso, se você costuma urinar com mais frequência (principalmente à noite), está com a pele seca ou irritada e apresenta inchaço ao redor dos olhos.

O tratamento é realizado com medicamentos e dieta, retardando ao máximo o início da diálise – aparelho que substitui a função dos rins. Em alguns casos, é necessário um transplante de um rim doado.

LESÃO RENAL AGUDA – A insuficiência renal aguda é mais frequente em pacientes que já estão hospitalizados por conta de alguma outra condição. Pode ocorrer em apenas algumas horas ou mesmo ao longo de alguns dias.

Segundo os especialistas do INEFRO, a lesão renal aguda pode ser fatal e necessita de tratamento. No entanto, dependendo das condições de saúde do paciente, ela pode ser reversível.

O INEFRO possui uma equipe especializada e aparelhos de última geração para que você tenha o melhor tratamento. Cuide da saúde dos seus rins!

2019-01-31T10:58:27+00:00